segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Sonhos...

 
 "Tenho em mim todos os sonhos do mundo." - Fernando Pessoa

Sonhos
(coisas cá de casa)
 
1 chávena de água
1 chávena de farinha
1,5 tbsp margarina
1 pitada de sal
1 tsp fermento em pó
5 ovos
óleo para fritar
canela e açúcar a gosto
 
Levar ao lume a água com a margarina e o sal.
Aquecer em lume brando até levantar fervura.
Juntar a farinha com o fermento de uma vez só e mexer de forma enérgica até a massa despegar das laterais.
Retirar do lume e deixar repousar uns minutos até amornar.
Juntar os ovos um a um, misturando sempre com a mão entre cada adicção e tendo o cuidado de não colocar nenhum ovo antes de o anterior estar completamente incorporado na massa.
Numa frigideira, ou fritadeira, colocar pequenos pedaços de massa, ligeiramente inferiores a uma bola de ping-pong.
Com um palito de espetada, picar as "bolitas" à medida que vão fritando.
Retirar do lume e colocar num passador para que vão escorrendo o óleo em excesso.
Polvilhar com açúcar e canela ou mel. 

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Broinhas de batata...nozes e erva doce

...chegámos a Dezembro...
...o meu mês...
...o frio já não espreita...aparece sem ser convidado e fica para jantar...
...ligam-se os aquecedores...as lareiras e as salamandras...
...as mantas saem dos baús...
...a minha garganta já arranha e o nariz está mais vermelho que um tomate...de tanto o assoar...
...fica escuro tão cedo que às seis da tarde já tenho de carregar no comando da chave carro para dar com ele no estacionamento... :-)
...as luzes de Natal estão por toda a cidade...
...jantamos mais cedo e temos tempo...e vontade...de um cházito...
...assamos a primeira fornada de broinhas desta quadra...
...e...até já...
 

Broinhas de batata...nozes e erva doce
(coisas cá de casa)

500 gr de batata descascada
250 gr açúcar
250 gr farinha
1 ovo
1 tbsp erva-doce
1 tbsp canela
1 tsp fermento em pó
nozes q.b.
 
Cozer as batatas e reduzir a puré.
Adicionar o ovo e o açúcar e misturar.
Juntar a erva-doce, a canela, a farinha e o fermento e amassar com as mãos.
Por fim, colocar as nozes partidas e misturar bem.
Com as mãos enfarinhadas, dar à massa o formato de "broinha" e colocar num tabuleiro polvilhado com farinha.
Levar ao forno a 200ºC, durante cerca de 40 minutos. 


segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Directamente dos Açores


 ...directamente dos Açores...
...aqui está ele..
...o meu super miminho..
...ter participado no desafio da Cozinha 100 Segredos já tinha sido um gosto enorme...
...mas quando hoje rasguei o papel à pressa e à doida tal era a curiosidade...
...confesso que fiquei com um sorriso de orelha a orelha...
...OBRIGADO minha querida Elisabete...
...ADOREI...

sexta-feira, 16 de outubro de 2015

Tarte de figo...amêndoas e mel

 
"Too busy" is a myth.
People make time for the things that are really importante to them."
Mandy Hale 

Tarte de figo...amêndoas e mel
(coisas cá de casa)

Para a base
150 gr farinha
100 gr açúcar
100 gr manteiga
1 ovo
raspa de 1 limão
 
Juntar o açúcar com a raspa de limão e esfregar com as mãos.
Adicionar a farinha, a manteiga e o ovo e misturar bem com as mãos até formar uma bola.
Forrar uma forma de tarte de base amovível e colocar no frigorifico.
 
Para o recheio
200 gr de figos secos
2 tbsp mel
100 ml água
1 tbsp queijo quark
amêndoa com pele ralada q.b.
 
Num tacho, colocar os figos, a água e o mel.
Levar ao lume e deixar ferver durante cerca de 10 minutos.
Retirar do lume, verter para um copo e triturar com a varinha mágica.
Adicionar o queijo e voltar a triturar.
Verter a mistura para a tarteira, polvilhar com a amêndoa e levar ao forno durante cerca de 30 minutos a 200ºC.
 

segunda-feira, 12 de outubro de 2015

Parabéns Gui...

...Hummingbird cake com cobertura de queijo e mel...
...num aniversário muito especial...

quinta-feira, 1 de outubro de 2015

Bolo de Amêndoa - 3 ingredientes

...e eis que chega o Outono...no calendário...
...os dias quentes e abafados teimam em não me deixar em paz...
...e o casaquito que visto de manhã...porque acordo e saio de casa com as galinhas...
...até serve para meter na cabeça durante o dia...não vá o sol torrar-me os neurónios... :-)
...o Outono é a minha estação favorita...
...mas ainda não é "este" Outono...
...é o verdadeiro...dos dias nublados...dos frutos secos...
...do cheiro a canela e noz moscada...das pêras e maçãs...
...e enquanto espero por esse...ligo o forno para mais um desafio do Dia Um!...Na Cozinha...
...fácil...fácil...fácil...
...só 3 ingredientes...


Bolo de Amêndoa(coisas cá de casa)
 
6 claras
200 gr açúcar
250 gr amêndoa

Picar as amêndoas no robot de cozinha ou na picadora.
Bater as claras em castelo.
Adicionar o açúcar e voltar a bater com a batedeira.
Por fim, juntar a amêndoa e misturar bem com uma colher de pau.
Levar ao forno em forma untada com manteiga, durante cerca de 25 minutos.

Nota: Com as gemas podemos fazer doce de ovos para acompanhar o bolo - eu fiz e adicionei-lhe um bocadito de canela... :-)

segunda-feira, 28 de setembro de 2015

terça-feira, 15 de setembro de 2015

Doce de Tomate

...o TOMATE...
..."é o fruto do tomateiro"...li eu na internet
...quem diria?!?!.. :-)
..."é um alimento que pode ser incorporado na nossa alimentação de várias formas, seja cru ou cozinhado...
...alguns dos seus benefícios são:
...grande quantidade de antioxidantes...
...melhoram o sentido da visão e a circulação sanguínea...
...e têm propriedades diuréticas"...
...li eu novamente na internet...
...e pergunto eu...e se for no "formato" de doce?...
...também é tudo isto?... :-)
...vou pensar nisso...enquanto acabo com o pãozito torrado com doce...
... :-)...


Doce de Tomate
(coisas cá de casa)

1,2 kg de tomate - quantidade pesada já sem pele
0,65 kg açúcar
1 pau de canela

Fazer dois golpes em cruz no topo dos tomates.
Colocar durante cerca de 30 segundos num recipiente com água a ferver.
Retirar da água e com uma faca retirar a pele e as sementes - eu não tirei as sementes.
Deve-se ter muito cuidado ao retirar da água porque vão estar a ferver.
Num tacho, levar ao lume o tomate com o açúcar e o pau de canela e deixar ferver até que faça ponto estrada.
Retirar do lume e guardar em frascos de "cabeça para baixo".
 

sexta-feira, 11 de setembro de 2015

Tarte Banoffee

 ...entrámos em Setembro a alta velocidade...
...as nossas escolinhas abriram a todo o gás no dia 2 e a pacatez do mês de Agosto depressa desaparece...
...já não é tão fácil estacionar...
...até porque a senhora do carrito verde ervilha teima em estacionar o carro no "meu lugar"... :-)
...o café já está cheio de gente de manhã...mas já não se vêem tantos turistas...
...e eu já tenho novamente companhia no gabinete...
...já liguei outra vez o rádio...não vá alguma de nós lembrar-se de começar a cantar... :-)
...e voltamos a trocar impressões sobre receitas e experiências na cozinha...
...o meio da tarde é a hora mais crítica...
...o meu estômago já "ronca" e é a altura perfeita para se falar deste tema...
...e foi assim que ontem surgiu esta tarte...
..."já viste a receita da tarte banoffe.."...
..."não...não vi...mas cheira-me que tenho de a fazer ainda hoje"... :-)
...voilá...

Tarte Banoffee
(adaptado de Prato do Dia 2)

1 lata de leite condensado cozido
1 pacote de bolachas shortcake - usei do Continente
2 tbsp manteiga derretida
2 bananas
4 claras
4 tbsp açúcar

Colocar as bolachas no robot de cozinha e triturar.
Adicionar a manteiga derretida e misturar bem.
Forrar uma forma de tarte rectangular com papel vegetal  e colocar a bolacha por cima, pressionando bem com os dedos, até que a forma fique toda "forrada".
Colocar o leite condensado cozido e espalhar bem.
Cortar as bananas às rodelas e espalhar por cima.
Bater as claras em castelo, adicionar o açúcar e bater mais um pouco.
Colocar por cima da banana e levar ao forno só até secar um pouco.
Com o rolo da massa dar umas pancadas na pinhoada (dentro do pacote) até que esta fique em pequenos pedaços e polvilhar por cima da tarte.
Levar ao frio cerca de 15 minutos e servir.

Se usarmos claras para a cobertura, a tarte deve servida pouco depois de estas serem colocadas, no entanto podem ser substituídas por. chantilly.

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Mousse de Manga

 ...numa só palavra...porque o tempo é pouco...mas a atenção é muito merecida...
...delicioooooooooooosa...


Mousse de manga
(Pantagruel)

1 chocolate branco com aroma de manga Pantagruel
4 ovos

Derreter chocolate em banho-maria.
Bater as claras em castelo e reservar.
Bater as gemas.
Juntar lentamente o chocolate previamente derretido ao preparado das gemas.
Incorporar as claras à mistura e levar ao frigorifico durante 4 ou 5 horas.

sábado, 1 de agosto de 2015

Bolo levedo...para um desafio Açoriano.

...das 9 ilhas do arquipélago dos Açores já tive a sorte de poder visitar 4...
...mais do que uma vez...
...sim...porque os Açores não são só leite e paisagem...
...são pessoas simpáticas...são sotaque...são gastronomia...
...e uma infinidade de coisas boas...
...confesso que contrariamente ao que eu poderia pensar...
...porque sou uma "gaja de cidade"...de movimento...barulho de carros do lixo...sirenes...
pastelarias...cafés e esplanadas ao virar da esquina...e hipermercados abertos até as 10 ou 11 da noite...
(não vá eu lembrar-me de fazer um bolo a essa hora)
...fui conquistada pela Terceira...
...e da última vez que lá fui...voltei novamente encantada...

...a cozinha 100 segredos propôs-me participar no seu primeiro desafio...
...e como posso eu não aceder a uma proposta de quem te sempre uma palavra simpática nas publicações que aqui faço!?...
...não posso...

...com a simplicidade do puro leite açoriano cheio de sabor...
...assim diz o pacote e confirma-se... :-)
...aqui fica uma receita também tipicamente açoriana...
...julgo que não é típica da ilha Terceira...
...mas dá-me vontade de lá voltar...


Bolo levedo
(...)

500 gr farinha
250 ml leite Terra Nostra
150 gr açúcar
2 ovos
1/2 tsp sal fino
1/2 tbsp fermento de padeiro
1,5 tbsp margarina

Numa taça colocar a farinha, os ovos e o açúcar e amassar.
Aquecer o leite e misturar o sal, a margarina e o fermento.
Juntar a mistura da farinha e amassar bem.
Colocar numa taça, tapar com um pano e deixar levedar durante pelo menos 7 horas - deixar durante a noite.
Fazer bolas de massa do tamanho de uma laranja, colocar num tabuleiro polvilhado com farinha e deixar levedar durante cerca de 45 minutos, tapado com um pano.
Levar a cozer em lume brando, numa sertã pré-aquecida, virando de ambos os lados.

quinta-feira, 30 de julho de 2015

Gelado de Alfarroba

...a esfera...
  ...pode ser definida como...
..."um sólido geométrico formado por uma superfície curva contínua cujos pontos estão equidistantes de um outro fixo e interior chamado centro"...- Wikipédia

...e lá estava ela...
...não era perfeitinha...perfeitinha...mas estava lá...
...redondita...ou mais ou menos redondita...
...mas o calor teima em gozar comigo...
...e a procura incessante pela máquina fotográfica também não ajudou... :-)
...mas o sabor ficou lá todo na mesma...
...de tal maneira que acabei a "limpar a taça" com os dedos...tal e qual uma criança...
...eu e a Avó Belita...claro!!!!!


Gelado de alfarroba
(adaptado de Mundo da Alfarroba)

50 gr farinha de alfarroba
200 ml leite condensado
3 gemas
200 ml natas Mimosa

Bater as gemas até fazer espuma.
Adicionar o leite condensado e misturar bem.
Colocar a farinha de alfarroba numa taça e juntar aos poucos a mistura das gemas com o leite condensado - facilita a incorporação da farinha de alfarroba na mistura.
Bater as natas até ficarem bem firme e juntar à mistura de alfarroba.
Colocar na máquina de gelados e seguir as instruções do fabricante ou levar ao congelador e mexer energicamente passado uma hora, repetindo o processo novamente ao fim de mais uma hora.

sexta-feira, 24 de julho de 2015

Tarte de grão de bico

...hoje é dia de escolinha...
...vamos lá a uma lição...
"O grão-de-bico, também chamado de gravanço, ervanço, ervilha-de-galinha ou ervilha-de-bengala, é uma leguminosa da família das fabáceas com importantes qualidades culinárias e nutritivas, sendo rico em proteínas, sais minerais e vitaminas do complexo B.
Devido à sua grande quantidade de amido, é usado pelo nosso organismo como fonte de energia. É pobre em água e gorduras, e está isento de colestrol.

Cada 100g de grão contém 6g de fibras, sendo nas sua maioria fibras solúveis, ajudando de uma forma bastante eficaz o nosso organismo a eliminar açúcares, gorduras e o colesterol."

... boa :-)...

"Vários estudos referem a importância desta leguminosa na prevenção de doenças cardiovasculares, assim como no tratamento de vários tipos de anemia."

...nada como uma boa fatia de tarte para tratar a anemia... :-)

"O grão-de-bico também possui uma grande quantidade de triptofano, utilizado pra produzir serotonina, responsável pela ativação dos centros cerebrais que dão a sensação de bem-estar, satisfação e confiança."
...deve ser por isso que até os meus olhos se riram assim que dei a primeira dentada...
... :-) ...

Tarte de grão de bico
(adaptado de Alquimia dos Tachos)

1 embalagem de massa folhada
200 gr grão de bico
3 ovos + 2 gemas
170 gr açúcar
25 gr farinha
20 gr Vaqueiro liquida
raspa de limão

Forrar uma forma de tarte com a massa folhada e picar o fundo e laterais com um garfo.
Com a varinha mágica, reduzir o grão de bico a puré.
Colocar todos os ingredientes numa taça e misturar bem.
Verter o creme para a forma e levar ao forno durante 30 minutos a 180ºC.

terça-feira, 7 de julho de 2015

Sorvete de meloa

...os dias quentes continuam...
...e cheira-me que para ficar por uns tempos...
...o garrafão de 6 litros de água que tenho à beira da secretária já não me chega para 4 dias...
...bebo tanta por dia que não tarda muito devo ter uma família de sapos a morar no meu estômago...
...chego a pensar que se o frigorífico fosse maior até era capaz de me sentar meia horita lá dentro...
...definitivamente esta não é a minha estação...
...não...de maneira nenhuma...
...consola-me o facto de estarmos a caminho do Outono...
...os gelados...e os sorvetes...
... :-) ...

Sorvete de meloa
(adaptado de milliemirepoix)

100 ml água
150 ml açúcar
1 mão cheia de folhas de hortelã
400 gr meloa descascada

Levar ao lume a água com o açúcar e a hortelã até que o açúcar se dissolva.
Retirar do lume e deixar arrefecer.
No robot de cozinha, reduzir a meloa a puré e adicionar a calda de açúcar.
Voltar a bater no robot de cozinha e colocar na máquina de gelados, seguindo as instruções da mesma.
Conservar numa taça no congelador.

Quem não tiver máquina de gelados pode colocar numa taça e levar ao congelador mexendo sempre a cada meia hora, durante 4 horas

segunda-feira, 29 de junho de 2015

Gelado de banana e nutella

...alguém tem noção da dificuldade que é tirar uma foto a um gelado?!?!!?...
...com 30 e tal graus nesta cidade quase que se torna impossível...
...ora pinga aqui...ora pinga ali...
...e de gelado a batido são 10 segundos... :-)
...e por pouco só o conseguimos comer com uma palhinha...
...a receita é super fácil e vale mesmo a pena...
...com apenas 2 ingredientes...
...lá vai a máquina de gelados ter de esperar mais um bocadito...
 

Gelado de banana e nutella
(BuzzFeed Food)

2 bananas
2 tbsp nutella

Colocar as bananas no congelador durante 2 horas.
Retirar a casca e picar no robot de cozinha.
Adicionar a nutella e voltar a bater.
Verter para uma caixa e levar ao congelador até ficar sólido.
 
O sabor a adicionar às bananas é opcional, podem substiruir a nutella por manteiga de amendoim, bolachas, pepitas de chocolate, etc.

segunda-feira, 1 de junho de 2015

Mousse de framboesas

...nada é tão simples e verdadeiro como o sorriso de uma criança...
...
"Façamos felizes as crianças da nossa terra." - Bissaya Barreto

FELIZ DIA DA CRIANÇA



Mousse de framboesas
(Nestlé)

100 gr açúcar
50 ml água
1 iogurte natural
4 claras
4 folhas de gelatina 
água q.b.

Colocar as folhas de gelatina numa taça com água fria.
Num tacho levar ao lume os 50 ml de água com o açúcar.
Quando começar a ferver adicionar as framboesas e deixar ficar durante 5 minutos.
Retirar do lume e triturar com a varinha mágica.
Escorrer bem a água da gelatina e misturar com as framboesas, até derreterem na totalidade.
Deixar arrefecer um pouco e misturar o iogurte.
Bater as claras em castelo e envolver na mistura.
Distribuir por taças individuais e levar ao frio até servir.

quinta-feira, 28 de maio de 2015

Cake Pops de Oreo

...parece que enquanto toda a gente decide sair à rua e desatar a correr...
...a mim só me apetece comer goluseimas...
... :-) ...



Cake Pops de Oreo
(adaptada)

16 bolachas Oreo
1/2 pacote de queijo Philadelphia
chocolate branco q.b.
formigas de açúcar coloridas para decorar
pauzitos para cake pops

Picar as bolachas num robot de cozinha.
Adicionar o queijo e misturar bem com uma colher ou um garfo.
Fazer pequenas bolas, com cerca de 25 gr e levar ao frio durante cerca de meia hora.
Derreter o chocolate em banho maria.
Mergulhar cerca de 2 cm de um pauzito no chocolate e espetar numa bolita.
Repetir o processo com todas as bolitas e voltar a levar ao frio durante 10 minutos.
Enquanto se espera, colocar a taça onde está o chocolate dentro de outra com água morna para que este não solidifique.
Retirar as bolitas do frio e mergulhar no chocolate, retirando o excesso.
Passar pelas formigas de açúcar e colocar mais 10 minutos no frigorifico.
Retirar do frio apenas na hora de servir.

terça-feira, 26 de maio de 2015

Aletria

...nunca gostei deste tipo de doces...
...quando era nova achava que o arroz e a massa eram para comer salgados...e ponto...
...mas os anos passam e os gostos alteram-se...
...quanto mais velha estou mais gosto de tudo...
...o que não sei se será grande vantagem... :-)
...o arroz doce já o como há uns anitos...
... à aletria só decidi dar-lhe a possibilidade de mostrar o que valia há uns dois anos atrás...
...em casa dos meus queridos amigos Mafalda e Luís...
...adoooooorei...
...hoje deixo-vos a minha primeira tentativa...
...bem cremosa por sinal... :-)

Aletria
(adaptada de "Milaneza")

150 gr aletria
500 ml de leite
150 gr açúcar
50 gr manteiga sem sal
casca de limão
4 gemas
canela q.b.
leite q.b.

Num tacho levar ao lume 500 ml de leite com o açúcar e a casca de limão.
Quando o leite estiver quente, adicionar a manteiga e mexer sempre até que derreta.
Adicionar a aletria partida em pedaços, mexendo sempre até a massa estar cozida.
Se se notar que está a ficar muito "seca" adicionar pequenas porções de leite, mexendo bem entre cada adição.
Retirar do lume e retirar a casca de limão.
Deixar arrefecer enquanto se bate as gemas com um pouco de leite.
Adicionar as gemas, mexendo energicamente e voltar a levar a lume brando durante cerca de 2 minutos.
Retirar do lume e colocar numa travessa ou taças individuais.
Polvilhar com canela a gosto.

sábado, 16 de maio de 2015

Mil folhas de fruta e creme de baunilha

...mil folhas certinhas...
...contei-as eu uma a uma... :-)
...nem mais...nem menos...
...e quem não acreditar pode contar à vontade... :-)

...estes bolitos sempre me intrigaram...
...não  são aqueles que se compram nas pastelarias...mas estes feitos em casa...
...como é que isto se come?... :-)
...a massa é tão estaladiça que se cortamos com uma faca...salta tudo para todo o lado...
... à dentada idem ""...está fora de questão... :-)
...comemos as camadas uma a uma?...
...hmmmm...


Mil folhas de fruta e creme de baunilha
(coisas cá de casa)

1 embalagem de massa folhada
1 chávena de leite
1 tbsp farinha maizena
1 vagem de baunilha
2 tbsp açúcar
1 gema
açúcar em pó q.b.
fruta a gosto cortada em pedaços pequenos - usei manga, morangos e kiwi

Pré aquecer o forno a 180ºC.
Cortar a massa folhada em pequenos rectângulos, colocar num tabuleiro de forno devidamente forrado com papel vegetal e polvilhar com açúcar em pó.
Cobrir a massa com outra folha de papel vegetal e colocar um tabuleiro (pode ser forma de bolo rectangular) por cima.
Levar ao forno durante cerca de 25 minutos.
A meio do tempo retirar o tabuleiro e o papel vegetal, voltar a polvilhar com açúcar em pó e deixar ficar no forno o resto do tempo em falta.

Creme
Dissolver a farinha maizena e o açúcar no leite.
Abrir a vagem de baunilha e misturar o interior no leite.
Levar a lume brando, mexendo sempre e quando estiver morno, misturar a gema de ovo.
Continuar a mexer sem parar até engrossar.
Deixar arrefecer um pouco antes de usar.

Rechear a massa folhada, intercalando a fruta e o creme entre os vários rectângulos de massa. 

quarta-feira, 6 de maio de 2015

Massa choux...e profiteroles

 ...e eis que voltam às luzes da ribalta...
...uma presença assídua nas minhas festas de anos...
...mas que com o tempo perderam o protagonismo para uma infinita lista de coisas coisas boas que a minha mãe fazia...
...recheados com cremes doces ou salgados...
..."só com um chocolatito por cima"...como dizia o tio hoje de manhã... :-)
...ou como estão na fotografia...
...sem nada...
...até porque foi mesmo assim que eu e a minha mãe acabamos com uma pratada deles...
...num abrir e fechar de olhos... :-)

P.S. - Deixamos dois para a avó Belita... :-)


Massa Choux
(revista Doces e Companhia)

100 gr de manteiga
250 ml de água
5 gr de açúcar
1 pitada de sal
3 ovos grandes
150 gr de farinha

Pré aquecer o forno a 190ºC.
Levar ao lume a água com a manteiga cortada em pedaços, o açúcar e o sal.
Aquecer em lume brando até levantar fervura.
Juntar a farinha de uma vez só e mexer de forma enérgica até a massa despegar das laterais.
Retirar do lume e deixar repousar uns minutos até amornar.
Juntar os ovos um a um, misturando sempre com a mão entre cada adicção e tendo o cuidado de não colocar nenhum ovo antes de o anterior estar completamente incorporado na massa.
Colocar a massa num saco de pasteleiro e fazer pequenos caracóis, num tabuleiro forrado com papel vegetal.
Levar ao forno durante cerca de 30 minutos, até a massa ficar dourada.
Rechear a gosto.


sábado, 2 de maio de 2015

Bolo colorido de iogurte e banana...Parabéns Piolho!

...a manhã estava silenciosa e percebemos porquê quando chegamos à sala...
...o cadeirão tinha sido arrastado até à mesa...
...dedadas...furos...decoração arrancada...o nome desaparecido...uma boca azul e uma camisola vermelha assinalava o culpado como um cartaz publicitário a piscar...
....GUILTY...GUILTY... :-)

..."tens alguma coisa para me dizer?...
...comi o bolo - sussurou...
...isso já eu percebi...não tens mais nada para me dizer?...
(esparralhou-se no cadeirão e a bater com a mão na barriga)...tinha tanta fome prima!...
 tive de me conter para não rir à gargalhada e perguntei...mas o que é que te deu na cabeça?
...uma ideia!"... :-)

PARABÉNS PIOLHO!


Bolo colorido de iogurte e banana
(coisas cá de casa)

4 ovos
1 iogurte natural açúcarado
3 copos de iogurte de farinha
2 copos de iogurte de açúcar
1 copo de iogurte de óleo
1 banana esmagada
1/2 tsp fermento em pó
corantes em gel - vermelho, azul e amarelo

Misturar todos os ingredientes e bater com a batedeira.
Dividir a massa em porções iguais. O número de porções deve igual ao número de cores que queremos fazer, e para uma forma de 22 cm fiz a receita a triplicar para conseguir cerca de 500 gr de massa para cada cor.
Adicionar os corantes e misturar muito bem.
Fui adicionando os corantes aos poucos para conseguir os tons o mais aproximado possível do que pretendia.
Levar ao forno em forma untada e polvilhada com farinha.

Recheio - leite condensado e coco muito bem misturadinhos... :-)

Para as cores:
Verde - azul turquesa e amarelo limão
Roxo - vermelho e azul turquesa
Laranja - vermelho e amarelo limão

terça-feira, 28 de abril de 2015

Pretty apple roses...

...prometi-lhe um bolo de chocolate e caramelo...
...mas uma alteração de planos não me deixou cumprir a minha promessa...
...e não consegui mais do que um bolo de caneca...de pacote... :-)
...era bem simples...sem qualquer cobertura...agarrou-se com unhas e dentes à caneca...
...mas foi feito com muito carinho...
...hoje...com um bocadito mais de tempo...partilhamos uma sobremesa...
...não...não é o bolo de caramelo...
.."são rosas senhor...são rosas"...
...umas rosas bem doces...sem canela para a avó Belita... :-)
...Parabéns Mãe!...

Rosas de Maçã
(partilhado no facebook - Easy Meals)

1 embalagem massa folhada rectangular
2 maçãs vermelhas
açúcar amarelo
canela
sumo de 1/2 limão
água q.b.

O modo de execução é bem mais fácil se virem no facebook... :-) ....a página é do Easy Meals...
Fiz uma ligeira alteração...substitui o doce por açúcar e canela...experimentei as duas versões e acreditem...a de açúcar é beeeeeeeem mais docinha... :-)

terça-feira, 14 de abril de 2015

Tarte de Maracujá


...
...e porque este é o fruto da paixão...hoje deixo só uma frase "lamechas"... :-)
...
..."amar não é olhar um para o outro, é olhar juntos na mesma direcção" - Antoine de Saint Exupéry
...vamos por ali?... ;-)

Tarte de Maracujá
(obrigado Sílvia)

1 embalagem massa quebrada
1 lata de leite condensado
2 dl polpa de maracujá
2 dl natas
6 ovos

Pré-aquecer o forno a 180ºC.
Forrar uma forma de tarte com a massa quebrada e picar o fundo e lateral com um garfo.
Numa taça, colocar todos os outros ingredientes e bater bem. 
Verter o creme para a forma e levar ao forno durante cerca de 35 min. 
Retirar do forno e deixar arrefecer na forma.